Posts Em Destaque

EXCELÊNCIA EM ORTOPEDIA

INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA


Toda cirurgia exerce um trauma ao organismo com finalidade terapêutica. Para que essa cirurgia possa ocorrer com segurança, é necessário um conjunto de ações inter-relacionadas entre anestesiologistas, cirurgiões, equipe de enfermagem e familiares para proporcionar uma assistência de qualidade ao paciente.


Para que essa assistência seja prestada com qualidade, no Centro Cirúrgico é fundamental que o trabalho em equipe seja realizado de forma harmonizada, sincronizada e sistematizada.


O papel do enfermeiro nesse setor é constituído de atividades específicas de grande responsabilidade, para orientar sua equipe na organização dos materiais e equipamentos, bem como também salas operatórias e auxiliar nos procedimentos anestésicos e cirúrgicos, além das atividades administrativas específicas ao setor.


Segundo a Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização (SOBECC), a equipe atuante no centro cirúrgico deve ter competência técnica, para garantir aos procedimentos cirúrgicos os recursos materiais necessários, e também manter o apoio psicológico ao paciente e familiares.

O Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), em sua Resolução n. 214, de 1998, resolve que a instrumentação cirúrgica é uma atividade da enfermagem, não sendo, entretanto, ato privativo da mesma. A instrumentação cirúrgica auxilia a equipe e fornece os instrumentais para a realização da cirurgia. Essa área desempenha um papel fundamental para a cirurgia, reduzindo o tempo cirúrgico e garantindo a assepsia dos instrumentais cirúrgicos. O Enfermeiro Instrumentador tem que estar voltado para o atendimento integral ao paciente, devido o ato cirúrgico ser um momento de grande estresse e ansiedade para os pacientes.



Referências:


Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização (SOBECC). Práticas recomendadas - SOBECC. 5ª ed. São Paulo: SOBECC; 2009.


Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Resolução n. 214/98. Dispõe sobre a instrumentação cirúrgica [Internet]. Brasília; 1998. [citado 2016 mar 25. Disponível em: http//www.portalcofen.gov.br.


Gomes JRAA, Corgozinho MM, lourencini JC, Horan LM. A Prática do Enfermeiro como Instrumentador Cirúrgico. Rev. SOBECC, São Paulo. jan./mar. 2013; 18(1): 54-63.

POSTS

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square